A história do Chanel nº5

chanel 5

A edição do jornal Usefashion de Fevereiro (pra vocês verem como eu estou super atrasada com esse post, hahaha) trouxe uma matéria super curiosa que eu precisava dividir com vocês: a origem do famoso perfume nº 5 da Chanel.

Coco Chanel interpretada pela linda Audrey Tautou.
Notem que ela já antecipava a tendência navy muito antes da gente sequer sonhar com ela, haha.

Coco Chanel, uma mulher sempre à frente do seu tempo (lembrem-se que ela eternizou clássicos da moda como o pretinho básico e o scarpin bicolor), notou a falta de feminilidade no período pós-guerra. Por isso, ela pediu ao perfumista francês Enerst Beaux que criasse uma fragrância com “cheiro de mulher”. Ela encomendou seis amostras e foi justamente a de número cinco a escolhida. Sua fórmula é composta por notas de rosas, sândalo e uma quantidade de jasmin não existente em nenhum outro perfume.

Ele se tornou o cheiro oficial da butique em Paris e inúmeros mitos surgiram ao seu redor. A própria Coco dizia que o Chanel nº5 deveria ser passado “onde a mulher desejasse ser beijada”.

A diva e seu vidrinho: a melhor companhia para uma noite elegante de sono?

Marilyn Monroe polemizou ao dizer que dormia usando apenas algumas gotinhas de Chanel nº 5. Não é preciso dizer que enlouqueceu o imaginário masculino, não é?

Fico muito mais interessada em um produto quando ele tem uma história bacana e logicamente, fiquei enlouquecida para ter o meu vidrinho para ocasiões especiais! Você encontra o Chanel nº5 por R$ 443,00 na Sack’s e por R$ 332,50 na gringa. Se algum leitor estiver procurando presente pra me dar, já #ficadica! hahaha

Aproveite para ver aqui todos os posts já publicados sobre o jornal Usefashion.

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.