A volta por cima (ou não) de Christina Aguilera

Eu gostei de Christina Aguilera quando menor. Sempre fui viciada em pop music, e daí, logicamente, em Britney Spears, então, para gostar dela, foi um pulo. Quando penso em Christina, me vem à cabeça Genie in a Bottle, para mim, a música mais “lendária” dela, aquela com gostinho de infância anexada.

Bom, daí ela cresceu, amadureceu, fez músicas mais sérias (e acho que seu CD Stripped é maravilhoso, embora tenha toda uma polêmica em função do abuso sexual da sua imagem por conta do clipe Dirrty – coisa pouco comum de se acontecer nesse meio, né?). Tivemos mais alguns sucessos (amei Ain’t No Other Man) e bang, ela sumiu. Mas pelo visto, só até dia 29 de Março. Em seu site oficial surgiu um countdown anunciando a notícia de um novo single, entitulado “Not Myself Tonight“. Primeiramente foi liberada a capa do single e eu imediatamente gostei da arte.

PB + intervenção gráfica divertida + tipografia maravilhosa + maquiagem matadora. Precisa mais?

Depois soltaram as letras e por elas já deu para sentir que é a típica canção para se tentar voltar à superfície:

The old me’s gone I feel brand new / and if you don’t like it fuck you.

Agora o jeito é esperar até semana que vem ou que a música vaze (a Rissa disse que ela esteve por algum tempo no Youtube, mas eu nem me aventurei a procurar pois parece que já saiu) para poder dizer algo mais. Que seja boa e que ela retorne positivamente. E que isso sirva para esquentar a antiga competição dela com a Britney, que ultimamente, só aparece na mídia bebendo Fanta e/ou Starbucks. ‘bora trabalhar que a gente não pode só dançar Lady Gaga na buátchi, amigue! ;D

2 comments Write a comment

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.