O final de Harry Potter

O assunto é “velho”, mas é por escolha própria. Esse ano, fugi das multidões das pré-estreias e da própria estréia de Harry Potter pelo simples motivo: eu queria adiar o fim o máximo possível.

Foi por isso que tranquilamente escolhi uma data em que o IMAX estivesse decentemente disponível (de nada adiantava comprar para o primeiro final de semana, sentar láá na frente e morrer de torcicolo) e decidi que encararia a última parte da jornada do bruxinho mais famoso de todos os tempos ali, numa tela de 16 metros de altura, coisa que eu nunca havia feito antes.

É engraçado que eu nunca tenha falado nesse blog sobre Harry Potter, já que é algo que me acompanhou desde a infância. E sim, hora de confessar: sou uma dessas que leu todos os livros, e que obviamente, chorou muito nessa parte final.

Mas não se preocupem, esse é um post livre de spoilers sobre o filme. Foi-se o tempo em que eu terminava de reler o livro uma semana antes da estreia e ia para o cinema com a história fresquinha na cabeça, pronta para crucificar cada minúsculo erro do diretor em reproduzir fielmente a história.

Desta vez, eu apenas curti a jornada e fiquei muito, muito feliz de ver as passagens finais, algumas metáforas bem complicadas de se entender, serem reproduzidas de maneira tão linda.

O último filme tem um quê de nostalgia, já que vemos novamente vários lugares e personagens dos filmes anteriores. É como se pudéssemos dar uma olhada geral em tudo pela última vez antes de dizer adeus, e talvez essa seja a beleza da coisa.

E o melhor de tudo é saber que esta parte da magia acabou, mas ainda assim, em um timing perfeito, a responsável por tudo isso anunciou uma outra plataforma para dar continuidade à sua criação: o Pottermore. Ainda não sabemos exatamente do que se trata, mas já estou cadastrada e afoita para saber mais detalhes!

Se você, querido leitor, tem qualquer tipo de preconceito com a história, não faz ideia do que andou perdendo. J.K. Rowling criou um mundo extraordinário e este foi reproduzido com maestria nos oito filmes. Agora, o ciclo se encerra mas já deixa saudade.

6 comments Write a comment

  1. Ah, dá cá um abraço! Quando terminou o filme (que fiz questão de ver na estréia, completando 8 – eu disse oito – estréias de Harry! Sonho realizado) eu abracei meu primo e desabei de chorar, o namorado da minha amiga fez ela me cutucar pra perguntar se eu estava passando bem! ALOKA!

    Aproveitei cada detalhe do filme, também sem ter a história fresquinha na cabeça, aprendi que passar nervoso com as adaptações só me fazia perder a diversão.

    Bom, aguardemos o PotterMore, mas confesso, não tô nem um tiquinho empolgada! :/

  2. eu so me decepcionei um pouco com o filme por causa da falta de informações sabe… nao sei se o livro é mais completo.. sinceramente nao sei, mas de um todo gostei bastante desse ultimo filme.

    E admiro bastante a capacidade da J.K de desenvolver tanto sobre um unico tema. Coisa bastante dificil para espiritos criativos hhahah

  3. Aihhh!! Eu sou dessas tb, lembro que quando ganhei meu primeiro livro do HP, e desde então.. fui uma fã totalmente fiel, com picos de puro vício e outros momentos mais calmos… mas sempre ali, de olho. Assistir esse filme foi difícil, mas também foi uma delicinha… o fim de um clico. O filme acabou e eu pensei, pronto, agora foi tudo, agora eu tenho como falar.. essa foi uma SUPER etapada minha vida… e que linda.. enfim. eu nem escrevi sobre o filme.. pq nem tenho palavras… hahahahahah xD

    Chega né.. já falei demais uahauuah

    bjus

  4. é engraçado harry potter ter terminado. ganhei meu primeiro livro com 11 anos, a mesma idade que ele entrou pra hogwarts. foram 11 anos da minha vida seguindo a saga e agora tudo terminou! lembro que eu era pequena e ficava imaginando como eu ia ser qd hp terminasse, eu ja ia ser adulta e ia ter terminado a faculdade. agora olho pra tras e vejo que era feliz e n sabia, pois tinha um monte de livros e filmes de hp ainda pela frente! bem, terminou, e acho que nenhum outro livro vai fazer parte da minha vida como harry potter fez :)
    beijos!

  5. Pingback: O livro de JANEIRO: Jogos Vorazes

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.