O livro de AGOSTO: Ame o que é Seu

Pra quem chegou agora, eu contei aqui que a quantidade de livros de 2011 foi vergonhosa! Para mudar isso, em 2012 decidi ler pelo menos 1 livro por mês. Veja os livros anteriores aqui.

Título: Ame o que é Seu
Autor: Emily Giffin
Editora: Novo Conceito
Páginas: 312
Onde comprar mais barato: Saraiva

O MOTIVO DO LIVRO

Eu tinha planos de ler o livro da Marilyn, mas sabe quando tudo conspira contra? Pois é, não li durante o mês inteiro. Daí, bem no finalzinho de agosto tive uma viagem inesperada para São Paulo e vi nas horas que passaria dentro de um ônibus a oportunidade perfeita para matar o livro do mês. Corri e comprei esse livro, que estava namorando há algum tempo. Sabe quando você começa a ler uma sinopse e sua mente grita “Ei, essa sou eu!”? Pois é, não tive como ignorar.

A HISTÓRIA

Ame o que é Seu” é sobre um momento da vida aparentemente perfeita de Ellen, uma fotógrafa que tem um marido adorável, uma cunhada que é também sua melhor amiga e uma sogra que a vê como filha. Porém, tudo isso vem abaixo quando ela reencontra um amor não correspondido do passado. Todas as suas certezas são abaladas e a pergunta “E se fosse diferente?” a corrói dia e noite.

Em cima da história fictícia, a autora trabalha uma pseudo-terapia que nos leva a enxergar com mais clareza o que temos em mãos e dar mais valor ao que possuímos e não ao que poderíamos ter tido. Leo, o ex-namorado de Ellen que reaparece por força do destino, é claramente um babaca, mas é frustrante observar o quanto ela se cega em nome de uma paixão que ela mais construiu na sua cabeça, do que fora dela.

O livro tem boas chances de se tornar um filme logo mais, como aconteceu com O Noivo da Minha Melhor Amiga, outro sucesso da autora. Afinal de contas, quem nunca se perguntou como seria sua vida agora se você tivesse escolhido esse ou aquele outro curso na faculdade? E se tivesse decidido por esse ou aquele trabalho? Na vida amorosa então, é mais fácil ainda de associar. Pense em todas as pessoas que já passaram por ela. Agora imagine como você estaria hoje se tivesse escolhido qualquer uma delas. São muitas encruzilhadas. Mas o que o livro “ensina”, à sua maneira, é que o amor é uma soma de nossas escolhas. Ou seja, você ter escolhido estar com quem está faz parte do amor que você carrega e deve ser encarado desta forma, e não como uma perda.

O LIVRO DO PRÓXIMO MÊS

A única dica que eu posso dar é a de que é um livro mágico

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.