O Minuto e a Cidade – Festival do Minuto: A Resposta

No final de semana passado fui junto com o namorado visitar a exposição  Festival do Minuto: A Resposta que está acontecendo no MASP (logo ali, na Av. Paulista).

Visão geral da exposição. Você senta e assiste o quanto quiser. Total liberdade.

O que motivou tamanha visita cultural foi o tema da minha faculdade este semestre. Como a bio ao lado explica, faço Design Digital. Na verdade, o meu curso engloba diversas áreas do Design. Já passamos pelo Gráfico, que é o meu favorito ♥, pela Web no semestre passado, e agora é a vez do Audiovisual. Os professores explicam que não é função do designer escrever o roteiro, gravar, etc, mas eles estão nos proporcionando também esse tipo de informação. Achei super válido e confesso que estou adorando conhecer inúmeros termos do meio, como todos os tipos de plano, que se tornou minha nova obsessão: assistir a qualquer coisa e ficar “nomeando” os diversos planos: geral, detalhe, close, americano e o favorito “over the shoulder”.

Como o primeiro trabalho do semestre é produzir um curta de um minuto, nada mais válido do que visitar a exposição. Ela já esteve na faculdade no ano passado e despertou demais a minha atenção. Os trabalhos vencedores, muitas vezes, não são megaproduções hollywoodianas. Que nada! São boas ideias expostas de um jeito curioso, inusitado, na tela.

Na mostra de mais de 60 curtas, há muito disso. Eles estão categorizados por sub-temas, dentro do tema principal, que é a cidade e ficam lá rodando ad infinitum para quem quiser ver e rever.

A cidade era uma solução, está virando um problema. E quanto maior a cidade, maiores os problemas. Morar, deslocar-se, trabalhar, sonhar, amar: tudo pode transformar-se em pequenas aventuras, às vezes trágicas.
Nosso humor e paciência são desafiados a cada segundo quando circulamos pelo espaço público. Excesso de água, de carros, de gente e uma montanha de outros excessos em todos os cantos aumentam significativamente nossos índices de frustração e diminuem significamente a qualidade de nossas relações e das coisas que podemos fazer juntos na cidade. Montanhas de excessos e montanhas de carências interpõem-se entre a idéia de Cidade e cada um de seus habitantes. E, no entanto, a cidade é nossa realidade…

Vale a pena visitar o MASP, conhecer todo o acervo e as exposições temporárias e perder alguns minutinhos vendo os vídeos do pessoal. Audiovisual não é uma coisa fácil de ser feita, essa foi a frase dita por todos os professores deste semestre. Então, quando há bons trabalhos assim reunidos, nada mais justo do que prestigiá-los ;)

O nome da exposição se dá porque eles pedem que quem visitou a exposição envie um vídeo-resposta ao que foi visto lá para que concorra ao prêmio de R$ 2.000,00 do Festival do Minuto, cujas inscrições se encerram no dia 30 de Abril. Acham que eu não vou tentar a sorte? ;)

O MINUTO E A CIDADE – FESTIVAL DO MINUTO: A RESPOSTA
Realização e coordenação: MASP e Festival do Minuto
Em exposição: De 11 de março a 9 de maio de 2010
Montagem: Equipe MASP
Horários: De terças a domingos e feriados, das 11h às 18h. Às quintas das 11h às 20h.
Ingressos: R$ 15,00. Estudantes: R$ 7,00. Gratuito até 10 anos e acima de 60 anos. Às terças-feiras a entrada é gratuita para todos.

MASP – Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand
Av. Paulista, 1578. Fone: (11) 3251 5644.
Acesso a deficientes. Estacionamento ao lado: R$ 10,00.

1 comment Write a comment

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.