Summer Soul – o festival que não é só Amy Winehouse

Assim como em 2010 tivemos grandes nomes da música como Aerosmith, Bon Jovi e Paul McCartney em terras tupiniquins, 2011 promete continuar essa tendência trazendo para cá outros gigantes da música.

Para abrir o ano, teremos Amy Winehouse, a diva problemática do soul, que parece ter se recuperado completamente e promete vir para cá para fazer um show memorável.

Sou fã da moça desde antes dela ir para o rehab e só posso agradecer ao maridão pelo presente de Natal incrível que ele me deu: o ingresso para assisti-la no Summer Soul Festival! E apesar dela ser a principal atração por lá, ela não será a única. Vale a pena dar uma espiada no que os outros nomes que tocam junto com Amy Winehouse no dia 15 de Janeiro tem para mostrar:

Janelle Monáe

Essa cantora, compositora e bailarina (o que faz dela uma show woman) norte-americana de 24 anos, já teve uma indicação ao Grammy de melhor performance urbana/alternativa pelo single “Many Moons”:

Em maio do ano passado ela lançou seu primeiro álbum “The ArchAndroid“. E para a benção da moça ela tem como “padrinhos” um dos componentes da dupla OutKast e o rapper Puff Dady. Ambos se encantaram com o visual “anti-Beyoncé“: ela só se veste de preto e branco e carrega um topete afro-rocabilly.

Sua música passa pelo rock, funk, soul, hip hop, o que resulta em um mix empolgante, aliado à voz poderosa da moça. Suas referências são tão boas que não dá para não prestar atenção nela: James Brown, Prince, David Bowie, entre outros do cenário indie rock.

Dizem por aí que a energia em seus shows é tão poderosa que ela chega a pular nas mesas da platéia (?!). O jeito é torcer para ela não ficar tímida por aqui e também soltar toda a potência vocal que possui.

Mayer Hawthorne

Cantor, produtor, compositor, DJ, rapper e multi-instrumentista (!), Mayer produz um som com forte influência de gigantes do soul americano como Curtis Mayfield, Isaac Hayes  e outros.

Seu álbum de estréia foi em 2009: A Strange Arrangement e seu estilo lhe rendeu comparações com grandes artistas da Motown e até mesmo com a própria Amy Winehouse.

Mayer é apaixonante. Esse visual nerd esconde ideias criativas, como um vinil vermelho em formato de coração (!) e ótimos clipes (como esse abaixo). A música pode soar retrô, mas eu a considero uma daquelas “delicinhas” para se ouvir a dois.

Ou seja, dá para esperar GRANDES coisas dos shows do Summer Soul. E a Amy já está no Brasil, o que me anima ainda mais para vê-la ao vivo. Afinal de contas, se ela não se cuidar, essa pode ser essa a última vez que a veremos, né? :P

___

E para quem também for, deixo aqui algumas informações sempre úteis:

Data: 15 de janeiro de 2011 (Sábado)
Local: Arena Anhembi (11 2226-0400)
Abertura dos Portões: 15h
Horário: A partir de 18h
Classificação etária: 16 anos

8 comments Write a comment

  1. Ahhhh eu juro que queria só o Mayer Hawthorne.. já ficaria mais feliz que criança com doce!!!

    Aproveita por mim tudinho =D

    e depois conta como foi!

    Ahh o post do moleco tá no blog =D

    bjus

  2. Bora lá! (:

    Admiro o pessoal que pegou a pista premium e terá a oportunidade de CARREGAR a Amy, caso a mesma venha a se drogar antes do show e cair do palco.

    Só espero que não chova, somos meio zicados com shows e chuva.

    <3
    M!

  3. Os shows da Amy tem sempre um teor de interessante com algo desastroso, sempre tem um incidente para dar noticia ao mundo.
    Vamos ver o que nos espera para esse show.

    beeijos

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.